Considerações sobre a tecnologia (Objetos de Aprendizagem)

•novembro 14, 2008 • Deixe um comentário

 

philosophymediaEmbora haja muita discussão sobre o que constitui um objeto de aprendizagem, de um modo geral, é uma entidade digital, ou não digital, que pode ser usada, re-usada ou referenciada como parte de uma tecnologia de aprendizagem (Butson, 2003). No campo educacional tem-se observado uma grande demanda por inovações nas estratégias de ensino e aprendizagem, e no que diz respeito ao ensino de ciências e saúde, seu processo educativo é uma grande motivação para a introdução de materiais baseados em TICs, a fim de enriquecer e potencializar todo o complexo processo de ensino e aprendizagem referentes a esta área do conhecimento. Continue lendo ‘Considerações sobre a tecnologia (Objetos de Aprendizagem)’

Considerações sobre a tecnologia (hipermídia)

•novembro 12, 2008 • Deixe um comentário

computer021Sistemas Hipermídia, inicialmente, se definem a partir dos conceitos de hipertexto e multimídia. Multimídia compreende a articulação de um conjunto de diferentes meios como vídeo, texto, som, para representar uma informação qualquer (Rezende, 2004). De uma forma mais precisa ainda, é a articulação entre duas formas de midia, uma estática (texto, fotografia, gráfico) e outra dinâmica (video, animação, etc), “mediadas” através de um computador. Em parte por conta de se tratar de uma apresentação de informação em diversas mídias, a hipermídia é considerada uma poderosa ferramenta na transmissão do conhecimento.

Continue lendo ‘Considerações sobre a tecnologia (hipermídia)’

Considerações sobre a tecnologia (livro-texto)

•novembro 10, 2008 • Deixe um comentário

livro1Para Lajolo (1996), o livro-didático pode patrocinar todas as modalidades de leituras que geralmente são associadas a outros gêneros de livro. Entretanto, tem por característica fundamental, na maioria dos casos, um envolvimento mais coletivo sobre seu processo interpretativo. Segundo Lajolo (1996), livros não-didáticos geralmente:  Continue lendo ‘Considerações sobre a tecnologia (livro-texto)’

Breves relexões sobre a Filosofia da Técnica…

•novembro 8, 2008 • Deixe um comentário

definicao-da-filosofia-345345Ao fundo da questão central que objetiva esta proposta de estudo é fato que estamos necessariamente engajados na questão da técnica. Posto isso, parece necessário esclarecer brevemente o que entendemos por técnica. A palavra técnica é derivada do grego téchne, que é sinônimo de arte, e designa um saber-fazer.

“Em toda sociedade humana existe e sempre existiu necessariamente um saber técnico, […] exemplo disso são, entre outros, o pousio, a rotação de terras, a agricultura itinerante […] Esses sistemas técnicos sem objetos técnicos não eram, pois, agressivos, pelo fato de serem indissolúveis em relação à Natureza que, em sua operação, ajudavam a reconstituir[…]” (Santos, 1994, pág 136). Continue lendo ‘Breves relexões sobre a Filosofia da Técnica…’

Considerações sobre a Educação

•novembro 8, 2008 • 2 Comentários

education“Mestre não é quem sempre ensina, mas quem de repente aprende” João Guimarães Rosa

Sobre a educação, de um modo geral, é fato que ninguém escapa da sua alçada. Continue lendo ‘Considerações sobre a Educação’

A Tecnologia Educacional

•novembro 7, 2008 • Deixe um comentário

olhoEmbora o termo Tecnologia Educacional seja empregado inicialmente no campo da Educação no final dos anos 1920, o seu nascimento se deu através do emprego de materiais audiovisuais, como filmes instrucionais, e teve seu conceito oriundo de determinadas concepções e visões de ensinar e aprender que remontam o século XVII (Subtil & Belloni, 1999). Inicialmente, alguns teóricos do assunto tentavam classificar os meios auxiliares visuais, enfatizando sua integração no currículo. Continue lendo ‘A Tecnologia Educacional’

O Desenvolvimento de Materiais Educacionais

•novembro 7, 2008 • Deixe um comentário

cuboA motivação primária da introdução de qualquer tecnologia educacional deve ser sempre de potencializar a capacidade do estudante. Entretanto é difícil de determinar qual tecnologia será a mais apropriada e eficaz ferramenta de ensino (Grifin, 2003). Sistemas que pretendem levar uma contribuição ao processo de ensino-aprendizagem, devem se adequar “justamente” ao problema educacional a que se propõe apoiar, bem como ao usuário que deverá utilizá-lo.

Continue lendo ‘O Desenvolvimento de Materiais Educacionais’